[Atualização] 04 ações para o restaurante passar pela crise do Coronavírus | Blog da Neemo

Atualização em [18/03/2020]

Decidimos escrever esse artigo para ajudar você a passar por essa crise causada pelo Coronavírus que poderá afetar o movimento de salão em bares e restaurantes, porém existem oportunidades e boas práticas que precisam ser seguidas para você passar por esse período de turbulência. Nos tópicos abaixo vamos trazer as recomendações da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL) e elencar 3 ações para o seu restaurante passar pela crise do Coronavírus.

O que é o Coronavírus?

O Coronavírus é uma classe de vírus que provocam doenças com sintomas parecidos com os de uma gripe comum. A Covid-19, causada pelo novo coronavírus (chamado de SARS-CoV-2), pode também evoluir para complicações no sistema respiratório, principalmente em pessoas com imunidade comprometida (pela idade avançada ou por doenças preexistentes). 

O meio de transmissão da Covid-19 é o mesmo de outros tipos de gripe: por dispersão de gotículas de saliva através de tosse ou espirro, ou manusear objetos e superfícies contaminadas e depois levar as mãos aos olhos ou à boca. Por isso, é essencial manter bons hábitos de higiene, como lavar as mãos. Vacinas ainda estão sendo desenvolvidas, então nesse momento a prevenção é o método para evitar o contágio.

1. Seguir as boas práticas

Segundo a ABRASEL, os bares e restaurantes já têm procedimentos estabelecidos para evitar a transmissão de gripe outras doenças (que também servem para evitar o contágio por coronavírus). No entanto, vale destacar alguns pontos, tanto em relação ao trabalho no estabelecimento, como na relação cotidiana com os clientes. 

Converse com os funcionários: e explique a eles que não há razão para alarme. Reforce a importância de seguir os procedimentos de higiene na cozinha, no salão e no escritório. Oriente para que eles se vacinem contra a gripe comum – isso não evita o contágio por Coronavírus, mas diminui os casos de gripe (que podem ser confundidos com Covid-19) e desafoga o sistema de saúde.

Lavar as mãos:  é um dos itens mais importantes para todos – desde o pessoal da cozinha, salão/atendimento e até os clientes. Cuide para que todos estejam informados sobre a importância de manter as mãos limpas e cuide para que as pias estejam abastecidas com sabão, papel-toalha e álcool 70%.

Álcool em gel: é outra maneira eficiente de manter as mãos higienizadas e evitar o contágio por contato. Se possível, disponibilize para os funcionários e clientes – manter um frasco de álcool gel 70% (o mais recomendado) perto dos pratos do bufê é uma boa iniciativa, por exemplo. Também é muito útil para os caixas e garçons, que não podem deixar o posto para lavar as mãos com frequência.

Higienizar pratos, copos e talheres: com cuidado e de maneira correta é essencial. O funcionário encarregado de manipular itens sujos deve usar luvas – ao retirar restos de alimentos, por exemplo. Ao disponibilizar talheres, pratos ou copos para os clientes é preciso seguir as boas práticas, também. O funcionário deve lavar bem as mãos antes de manipular os itens limpos e a maneira de ofertar pratos e talheres deve minimizar, se possível, os riscos de contato. Em restaurantes self-service, por exemplo, os talheres podem estar dentro de saquinhos de papel. No à la carte, os itens devem ser colocados à mesa só na hora do serviço.

Ar-condicionado: mantenha, se possível, o ambiente da cozinha e do salão bem ventilados. Verifique se o ar-condicionado está com os filtros limpos e manutenção em dia.

Notícias falsas: desde o aparecimento da Covid-19, diversas notícias falsas têm surgido. Algumas delas fazem referência a falsas soluções e remédios caseiros inúteis. Evite passar adiante informações que não vierem de fonte confiável. 

2. Monte uma estratégia para atender seus clientes

Bares e restaurantes estão sentindo o movimento de salão reduzido nos últimos dias e isso pode se agravar nas próximas semanas, inclusive com decretos que podem limitar o atendimento de salão, então o que fazer?

Segundo Rodrigo Rosalin, fundador da Neemo, esse é um momento onde a demanda por pedidos de delivery e retirar na loja devem aumentar e você precisa preparar seu restaurante para atender essa demanda que deve ocorrer a partir de agora. Se você já tem operação de delivery em seu restaurante o seu desafio será fazer ajustes para conseguir atender uma demanda maior e adaptar alguns procedimentos para gerar ainda mais segurança alimentar aos consumidores, no caso de restaurantes que ainda não tenham operação de delivery a retirada na loja pode ser uma opção, mas recomendamos estruturar uma operação de delivery porque as pessoas darão preferência para essa modalidade.

Mostre diferenciais de segurança alimentar: Nesse momento você precisa diferenciar seu negócio e mostrar ao consumidor que está preparado para atender as demandas nesse momento delicado onde o consumidor quer evitar o contágio pelo vírus Covid-19, então sugerimos usar as redes sociais mostrando que sua equipe utiliza os utensílios necessários para manter a segurança dos alimentos, você pode por exemplo fazer uma foto com sua equipe fazendo o uso de equipamentos de proteção como máscaras, luvas e toucas ou realizar um comunicado para tranquilizar seus clientes.

Utilize a tecnologia a seu favor: O uso da tecnologia é essencial para seu restaurante e vamos elencar abaixo algumas ferramentas que ajudarão você nesse momento.

  • WhatsApp: se seu movimento for pequeno você pode utilizar o WhatsApp como um canal de recebimento de pedidos, mas isso pode gerar problemas de atendimento por não ser um canal otimizado. Recomendamos nesse caso uma automação para recebimento de pedidos via WhatsApp.
  • Apps de delivery: uma forma de captar novos clientes é a utilização de aplicativos como iFood, UberEats e outros. Dessa forma, você pode aderir algum desses aplicativos para receber pedidos e até ter o serviço terceirizado de entrega. A desvantagem nesse caso é o pagamento de uma comissão por pedidos e o fato de seu restaurante não ter acesso aos dados do consumidor, impedindo que você faça um trabalho de cuponagem e fidelização de clientes.
  • Crie seu e-commerce próprio: ter seus canais próprios de atendimento é uma solução que está sendo adotada pois permite a fidelização do cliente, não tem cobrança de comissão e possibilita seu restaurante fazer disparo de mensagens e cupons diretamente ao consumidor, e isso pode ser uma ferramenta muito útil nesse momento. 
  • Pedidos na mesa com Qrcode: uma opção para atendimento no salão, seria usar uma tecnologia para permitir o consumidor fazer pedido usando seu próprio smartphone, sem necessidade de contato com dinheiro ou cardápio. Essa tecnologia foi desenvolvida pela Neemo e não é necessária a compra de nenhum hardware ou tablet.

3.Faça uma campanha de conscientização

Nesse momento uma das melhores ferramentas para reduzir os impactos do Coronavírus é a comunicação com seus colaboradores e com os consumidores para conscientização e ajudar no esclarecimento da população sobre o Covid-19 e sobre as ações que seu restaurante esta tomando.

Alguns exemplos de campanhas para você se inspirar:

  • “Saiba tudo sobre o Covid-19 e como pedir seu alimento com segurança”
  • “Peça seu jantar com segurança no Restaurante X”
  • Pedir comida pelo aplicativo é uma boa alternativa a sair para jantar.” 
  • “Reduzimos a capacidade do nosso salão e você pode jantar sem riscos”.
  • “Peça delivery sem taxas de entrega.”

4. Reveja suas linhas de custos

“É mais fácil economizar 01 do que aumentar 05”. Essa frase indica que não podemos somente pensar nas vendas, é necessário que você avalie cada uma das suas linhas de custos e despesas e faça os ajustes necessários para manter seu fluxo de caixa no azul sem comprometer sua capacidade de operar.

É importante ter caixa nesses momentos de crise e a antecipação de recebíveis pode ser uma boa alternativa. Segundo Rodrigo Rosalin, caso não haja alternativas de antecipação para você fortalecer o caixa, usar a criatividade é essencial para esses momentos, por exemplo, seu restaurante pode oferecer produtos com descontos atrativos para seus clientes comprarem agora e usar no futuro com uma data flexível (jantar a dois, combos, cupons de desconto e etc), podemos usar o exemplo das companhias aéreas que estão vendendo passagens para viagens no exterior com preços bem atrativos e permitem que os consumidores tenham flexibilidade para escolher a data futura do voo.

A Neemo tem uma solução de e-commerce para ajudar seu restaurante facilitando o acesso do consumidor ao seu cardápio e na automação do recebimento de pedidos de delivery, pedidos de retirada na loja e até pedidos na mesa onde o consumidor pode usar seu próprio smartphone para fazer o pedido via Qrcode. Uma outra novidade lançada recentemente foi a automação de pedidos via WhatsApp para restaurantes. 

Gostou desse artigo? Siga-nos no Instagram para receber mais dicas e acompanhar mais conteúdos como esse.

Powered by Rock Convert

Guia completo de marketing para restaurantes

Alavanque seu negócio com ações imbatíveis de marketing.

Reunimos uma série de informações e dicas valiosas, para você impulsionar seu negócio, posicionar sua marca, atrair e fidelizar novos clientes, tecnologias e ferramentas.

Clique e baixe o ebook grátis

Guia completo de marketing para restaurantes

Para continuar a crescer, o seu estabelecimento precisa se modernizar e contar com um delivery próprio, livre de comissionamentos.

Saia na frente dos seus concorrentes e tenha o seu próprio delivery.

Quero meu Delivery App

ou

Receba uma ligação agoraLigamos em até 10 minutos durante o horário comercial. Sem compromisso.

Sem multas contratuais e tempo mínimo de contrato
Share This