Como reduzir custos do Restaurante: Passos para começar hoje!

Quando falamos sobre reduzir custos do restaurante, muitos donos e proprietários logo pensam apenas no corte de despesas com insumos ou equipe. Mas, para alcançar uma diminuição de gastos efetiva, isso não basta!

Estabelecer uma nova cultura organizacional, investir na otimização de processos e atuar de maneira preventiva são alguns dos passos primordiais que levam ao equilíbrio financeiro de qualquer negócio.

Passo 1: Para reduzir custos do restaurante, comece investindo em tecnologia!

O investimento feito em softwares e tecnologias de automação se justifica pela economia e otimização de gastos que eles oferecem.

Esses sistemas são essenciais para que você tenha um controle melhor de estoque, clareza sobre quais são os pratos mais rentáveis, atenda com excelência seus clientes e consiga todas as informações estratégicas e essenciais em tempo real, sem estar sujeito a falhas humanas.

Passo 2: Evite desperdícios

A tecnologia é sua aliada, mas você deve saber o que fazer com as informações que ela oferece quando deseja reduzir os custos do restaurante.

Por isso, analise cada dado extraído dos sistemas, conheça a sua demanda de consumo, o volume de vendas e seja assertivo na manutenção do seu estoque para evitar ao máximo o descarte de insumos.

Faça também um trabalho forte de conscientização da equipe sobre a gravidade do desperdício de alimentos. Ofereça workshops e palestras sobre sustentabilidade e práticas ecológicas, e mostre como as atitudes dispendiosas afetam diretamente a saúde financeira e imagem do estabelecimento.

Powered by Rock Convert

Passo 3: Faça a manutenção preventiva de seus equipamentos

Prevenir é melhor do que remediar. É clichê, mas faz todo o sentido quando buscamos a economia de custos.

Equipamentos como fogões, freezers e geladeiras, quando usados com frequência, sofrem uma deterioração natural. Como são aparelhos caros, a recomendação é não esperar que eles quebrem para consertá-los!

Afinal, sai muito mais barato trocar uma peça ou outra, a cada semestre, do que ter que comprar um equipamento novo, não concorda?

Passo 4: Tenha um aplicativo próprio de delivery

É comum pensar que ter um aplicativo próprio de delivery é mais caro do que entrar para um app compartilhado de entregas. Porém, como esses marketplaces cobram até 15% de taxa por cada pedido feito, em médio prazo, essa opção não se mostra tão vantajosa.

Mesmo com o investimento inicial maior, após três meses, ter um sistema próprio já fica mais econômico do que um aplicativo de terceiro. Além disso, você pode personalizá-lo e ter informações mais estratégicas sobre o seu negócio.

Gostou das dicas? Aproveite e veja também como Como aumentar o ticket médio de seu restaurante!

 

Guia completo de marketing para restaurantes

Alavanque seu negócio com ações imbatíveis de marketing.

Reunimos uma série de informações e dicas valiosas, para você impulsionar seu negócio, posicionar sua marca, atrair e fidelizar novos clientes, tecnologias e ferramentas.

Clique e baixe o ebook grátis

Guia completo de marketing para restaurantes

Para continuar a crescer, o seu estabelecimento precisa se modernizar e contar com um delivery próprio, livre de comissionamentos.

Saia na frente dos seus concorrentes e tenha o seu próprio delivery.

Quero meu Delivery App

ou

Receba uma ligação agoraLigamos em até 10 minutos durante o horário comercial. Sem compromisso.

Sem multas contratuais e tempo mínimo de contrato
Share This